Seja bem-vindo. Hoje é

8 de set de 2014

SÉTIMA ROSA DO ORIENTE

Em algum lugar distante
de minha alma desolada
carrego o luto constante
de um dia sem alvorada.

Eis de ti me desencante
toda a paixão confinada
e eis exilada se encante
com a alma despertada.

Além de luto é saudade
da regressão venturosa
de uma rosa no jardim.

O portão da eternidade
fica no arco-íris da rosa
que fica dentro de mim.

Afonso Estebanez
(In coleção de “Rosas do Oriente”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book