Seja bem-vindo. Hoje é

12 de jan de 2010

SOB A LUZ DA ALMA



Não posso ver o teu mundo
com o olhar sem ver o meu
se estou no limbo profundo
da luz que o cosmo perdeu.

Mas se tanto me aprofundo
em teu fado onde estou eu,
enxergo o encanto fecundo
do mundo que agora é teu.

Pois o amor é essa inversão
que impõe ao sonho a razão
de crer mesmo sem querer,

sob um tênue véu de calma
tu te ocultas na minha alma
de onde a luz me faz te ver.


Afonso Estebanez
(Dedicado a Tania Sá
– tão gentil amiga)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book