Seja bem-vindo. Hoje é

24 de ago de 2009

Aprendizado



Não aprendi a ir embora
ficando assim pelos campos
e ares das montanhas
onde o tempo foi tatuado
sobre ladrilhos a ferro e fogo

Poderia o amor
nos ritos da inutilidade,
varrer as essências
de um abraço desgarrado
como quem busca no alforje
o exercício da entrega

Os dias que passam
no espelho sem narcisos,
mostram a face de um verão
apaziguado pelo sol
que brilha no silêncio
e perdura na eternidade!


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 21/08/09
Código do Texto: T1766541

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book