Seja bem-vindo. Hoje é

24 de ago de 2009

QUE PENA



Lua matreira,
Namoradeira
Lançando sombras,
Rendilhando o chão.
Por companhia,
Pássaros cantores,
Notívagos companheiros,
Na calada da noite.

Vestido de solidão,
Bem longe da fantasia,
Está o coração,
Que palpita em agonia.
Que pena!
Foi-se a alegria.
A noite está fria!
A vida vazia!

(Genaura Tormin)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book