Seja bem-vindo. Hoje é

17 de ago de 2010

”PÁSSAROS NOTURNOS – 3”


... E há o pássaro noturno
contornando o mar escuro
sem ter ilha onde pousar...

Há uma noite percorrendo o céu
topografando a luz da via-láctea
em seu ocioso ofício de brilhar...

Precisa do refúgio de um corpo
como a treva da lâmpada acesa
como barcos entrando no porto
como o corpo no fundo do mar.

Precisa conhecer ilhas perdidas
como o sol necessita do poente
como a noite precisa anoitecer
aonde os riachos vão descansar.

Há um cadáver na praça
há os suicidas anônimos
e há muitos heterônimos
e mil demônios e o mar.

E há um pássaro noturno
que não tem onde pousar...

Afonso Estebanez

4 comentários:

  1. Agradeço o carinho de sempre.
    Ótima quarta e beijos meus!! M@ria

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Muito baca seu blog!
    Seria um prazer ter-te como amigo no meu blog:
    http://rose-brytto.blogspot.com
    Vivendo a fé!

    ResponderExcluir
  3. Estou hoje fazendo um passeio diferente pela blogsfera, estou conhecendo novos espaços a fim de interagir, conhecer e fazer novas amizades e,assim cheguei até aqui, desculpe a minha invasão.

    Fica aqui o convite para conhecer o meu espaço, será um prazer te receber lá.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Caro poeta,

    Bela construção!
    Aprecio teu poetizar, e o cuidado estético que dedicou a teu espaço, por isso, estou compartilhando com você o Prêmio Dardos que recebi recentemente. Espero que aprecie minha singela, mas sincera homenagem.
    Basta ir até até meu Blog PALAVRA DE MULHER na página http://palavrademulher-annaamorim.blogspot.com/2010/11/palavra-de-mulher-por-anna-amorim.html pegar teu selo.

    Abraços,

    ResponderExcluir

E-book