Seja bem-vindo. Hoje é

23 de set de 2009

SEM CONTRADITA




Navegar em liberdade
é ir como não se sabe
onde o ímpeto quiser.

O corpo viaja na cama
e o amor toma carona
se no coração couber.

Caminhar no infinitivo
é não ir se for preciso
não ficar onde puder.

Decidir com liberdade
é doer-se de saudade
da ferida que se quer.


Afonso Estebanez

4 comentários:

  1. Tomamos gosto pela saudade quando dói por amores que quisemos um dia, e talvez ainda queiramos..
    Um belíssimo poema!
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Poeta maior!!
    Não há palavras!
    Pefeito!
    Ler Afonso é viajar ao paraíso.
    É ser dono do mundo...
    Parabéns!!! Obrigada muito pela partilha!
    Beijo da
    Genaura Tormin

    ResponderExcluir
  3. Linda sua poesia. Adorei. Bjsss carinhosos

    ResponderExcluir
  4. Poesia Encantadora... Mais um prazer de leitura e reflexão...SDS!

    ResponderExcluir

E-book