Seja bem-vindo. Hoje é

4 de mai de 2009

ASTRONÁUTICA


No leito de lançamento
do teu corpo ao universo
ponho todo o sentimento
do meu amor inconfesso,
e não me tragas respostas
para as falsas impressões
de tantas culpas impostas
por minhas contradições.
Por amor poetas mentem
quando falam de sua dor
e falando que não sentem
do que sentem por amor.
Peço só que tu me tragas
da alma cósmica de ti
uma das estrelas vagas
onde sempre me perdi.

Afonso Estebanez
(Poema dedicado à solidária amiga
Márcia Silva Marcelino Ramos)

Um comentário:

  1. Obrigado pelo carinho,é uma afgo n'alma vcs são muito especial na minha vida amo vcs!
    Bjos
    Márcia Silva M. Ramos

    ResponderExcluir

E-book