Seja bem-vindo. Hoje é

20 de mar de 2009

SONETO DO AUTO-EXÍLIO


Tormentos, pesadelos e neuroses
vampiros em noturna revoada
vão possuir meus sonhos com atrozes
rituais de tortura festejada.

Vão farejar-me como cães ferozes
até que a minha fome fatigada
sobreviva do pão de seus algozes
e a sede já não viva de mais nada.

E esses fantasmas viverão do trauma
de meus gritos ocultos na parede
da carne que o pavor cala e consome...

E como quem se apossa de minh’alma
irão saciar-se com a minha sede
e regalar-se com a minha fome!

A. Estebanez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book