Seja bem-vindo. Hoje é

20 de mar de 2009

SENHORA MINHA


Navegai-me em vosso sonho
que é o meu pássaro cativo
da certeza de que eu morro
docemente por quem vivo...

Levai-me ao fim do destino
de vossos mares inquietos
afogando em vossas águas
meus prantos e desafetos...

Menina, Senhora minha!
por quem é vossa enseada
que se meus sonhos liberta
detém-me a alma ancorada?

Aportai em vossas praias
meu barco rude sem velas
ao vento de nossas almas
navegando paralelas...

Dizei-me se o vosso olhar
como a luz do navegante
quer singrar meu coração
em vosso doce semblante!

Menina, Senhora minha!
Eis-me um pássaro cativo
da loucura de que morro
da razão de estar eu vivo...

A. Estebanez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book