Seja bem-vindo. Hoje é

20 de mar de 2009

ROSAS PARA LUÍZA (Balada)


Primavera antecipada
pelo perfume da brisa
entrego nesta braçada
de rosas para Luíza...

Não as rosas impossíveis
que meu sonhar improvisa...
São rosas imperecíveis
dos sonhares de Luíza.

E essas flores tão pálidas
bordadas na manta lisa
não parecem rosas cálidas
como essas para Luíza...

Rosas rubras dos jardins
da vereda onde ela pisa...
Plumagens de querubins
junto ao berço de Luíza.

Cantigas-de-rosas são
como sons de realejos
acordes de uma canção
numa ciranda de beijos.

É de bênçãos a oração
e minh’alma profetiza:
é de Deus essa canção
de rosas para Luíza...

A. Estebanez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book