Seja bem-vindo. Hoje é

20 de mar de 2009

RECONSTRUÇÃO DO POEMA 2


Reconstruir poemas para você é a oblação
de rosas de alguma primavera antecipada
no jardim do arco-íris em celeste floração...

Saiba que vivo das ternuras descortinadas
pelos campos de trigo onde primícias raras
dos meus cios maduros já desabrocharam...

Importa-me o enigma dos versos foragidos
do poema construído sob a luz da lua nova
que à noite se renova em segredo de nascer...

Poema reconstruído na maré do horizonte
na colina ou sobre os montes onde houver
a lua cheia sobre os corpos dos amantes...

Assim se faça do meu rumoroso coração
o leito vasto de você amanhecer em mim
com os vestígios do amor em construção...

A. Estebanez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book