Seja bem-vindo. Hoje é

7 de ago de 2013

''MINICRÔNICA DO AMOR SOBREVIVENTE''

Disse-me a flor renascida entre os intervalos dos paralelepípedos: “Porque o amor é misericordioso é que ainda sou uma sobrevivente dos tempos de felicidade. Um tempo em que o segredo do coração era que nossos corações nos pertenciam, mas ainda não sabíamos. Um tempo em que o silêncio de meu pranto me ensinava a escutar os sinos tocarem na catedral do coração amado. Um tempo em que o amor era o salário que Deus me pagava em dobro pelo penoso ofício de sonhar. Um tempo em que o coração falava de sentimentos que somente a alma podia perceber... Como a ternura que se deita no espírito da paz tal como a ave que se aninha nos ramos da brisa. Meu coração andava onde andava o coração amado, de tal sorte que, pulsando juntos, nossos corações entoavam uma canção de amor inesquecível. Então eu sou uma sobrevivente dos tempos de felicidade...”.

Afonso Estebanez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book