Seja bem-vindo. Hoje é

16 de nov de 2009

ELEGIA PARA MEU AMOR



A manhã me deu em brisa
a brisa me deu em quanto
deu-me a tu’alma indecisa
os sonhos do teu encanto.

O dia deu-me em ventoso
e a tarde deu-me chuvosa
a noite nos deu num gozo
como o pólen deu na rosa.

E a vida me deu em parte
tudo o que em parte ficou
pelo amor que me reparte
entre as partes que levou.

Tudo aqui dá em saudade
como a saudade do vento
que me excita a liberdade
de viver em pensamento.

Afonso Estebanez

4 comentários:

  1. Belíssimo poema ...forte e doce.
    Lindo, poeta!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Lindíssimo poema...........amooooooooo
    Bom Domingo..........Beijos meus!

    ResponderExcluir
  3. Linda poesia. Lindo Blog. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Belo seu blog, Afonso!Lindos poemas!
    Parabéns!
    Aninha

    ResponderExcluir

E-book