Seja bem-vindo. Hoje é

10 de out de 2009

Que venham as flores


Flores da vida
onde a luz se deita
mesmo quando a noite cai
e o verde sabor da terra
tem o gosto da espera,
alimentando o milagre da germinação

Em cada esperança fincada
nasce pelos canteiros,
primaveras em tom maior
perpetuando o prazer
e a sobrevivência de sermos tudo
e ao mesmo tempo, nada

Que venham as flores,
cantando a alegria nos campos,
sobre as asas de zéfiros,
reluzentes cascatas
correndo como mel
sobre nossa alma,
a inefável beleza

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 18/09/09
Código do Texto: T1817061

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book