Seja bem-vindo. Hoje é

30 de ago de 2009

RETORNELLO



Nunca mais retornemos ao jardim
como rosas ou lírios ou alegres girassóis
nem como ave celebrando no cipreste
o renascimento infinito da plumagem
em forma de uma flor qualquer.

Soldados armados de ventos uivantes
passariam por lá como nuvens explosivas
e arrastariam nossas almas renascidas
para a invernada dos espinhos.

Retornemos ao jardim em forma
de esperanças e sonhos e quimeras
porque os ventos ceifariam apenas
nossas flores...
Mas não saberiam como levar
as nossas primaveras...

Julis Calderón
(Numa lembrança de Che Guevara)

Um comentário:

  1. Nunca mais retornemos ao jardim
    como rosas ou lírios ou alegres girassóis

    Palavras mais lindas não há.
    Parabens pelo texto!

    Beijos meus e ótima semana!

    ResponderExcluir

E-book