Seja bem-vindo. Hoje é

8 de mai de 2009

DOCEMENTE AMARGO


Tela de Pino

DOCEMENTE AMARGO

Teu amor é como a pluma
de uma luz na madrugada
não ama aurora nenhuma
que não a luz da alvorada...

Meu amor foi uma escuna
sem partida nem chegada
na noite escura da bruma
de uma dor não dissipada...

Teu amor é como os rios
conduzindo meus navios
que se perderam do mar...

E o amor doeu-me tanto
como dói só por encanto
pelo encanto de te amar...

Afonso Estebanez
(Dedicado com carinho
à amiga Meriane Pinheiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book