Seja bem-vindo. Hoje é

17 de abr de 2009

MODINHA DE AMOR


Meu amor é o sofrimento
que me dói sem padecer
do eterno contentamento
do que morre sem morrer.

É de flores sem espinhos
que não têm do que doer
que se sofre de carinhos
sem que se possa sofrer.

Se não é amor não chora
ou se chora é sem querer
como lágrimas de aurora
nos olhos do amanhecer.

O amor de nada precisa,
só mesmo de acontecer.
Mas se chega não avisa
que sua dor é de prazer.

Afonso Estebanez
(Dedicado à solidária amiga
cearense Vania Gondim)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book