Seja bem-vindo. Hoje é

9 de abr de 2009

DOIS AMORES E UM AMOR



É apenas mais um ato que termina
cada dia que passa em minha vida
na ribalta do amor que me fascina
onde não há partir nem despedida.

É sabido que eu vivo dois amores
que só vivem do amor indivisível
deste favo de mel de dois sabores
repartido num quântico plausível.

E vivo desse amor feito de calma
da vida calma que só eu suponho
como suponho que viver da alma
seja vida na alma de outro sonho.

Na ribalta do amor que te fascina
onde não há mais hora de partida
é apenas como o dia que termina
cada noite que passa em tua vida.


Afonso Estebanez
(Poema dedicado à notável articulista
da fraternidade virtual Eva Almeida -
“Eva Ama Dois”)

2 comentários:

  1. Afonso,

    Belíssima postagem, como todas...esta tomo a liberdade de postar em meu Blog.
    Parabéns sempre pelo seu extremo bom gosto e pelos poemas que encantam a alma!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  2. [É apenas mais um ato que termina
    cada dia que passa em minha vida
    na ribalta do amor que me fascina
    onde não há partir nem despedida]

    Afonso, como não se encantar
    pela magia que há em tua poesia?

    Maravilhosa! Parabéns Poeta!

    Simplesmente divina!

    Verluci Almeida

    ResponderExcluir

E-book