Seja bem-vindo. Hoje é

20 de mar de 2009

“SEM-RAZÕES”


Para dizer que te amo, eu te amo e pronto!
Não te encantam as “sem-razões” do amor
nem vou negar que em mim és reencontro
dos desencontros entre o espinho e a flor...

Nem me arrimo em razões de desencontro
de quem se ama aos padrões do desamor.
Sou um poeta e a razão de ser o encontro
entre um canto esquecido e o meu cantor.

Eu te amo, e pronto! E sou o juiz de mim.
O amor não cumpre tudo o que prometo,
mas cumpre o tanto que eu nem prometi.

E termino onde o amor não tem mais fim:
em mortalhas mais simples de um soneto
meus versos e as razões por quem morri!

Afonso Estebanez
(Poema dedicado com carinho
à doce amiga Selma Del Bosco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book