Seja bem-vindo. Hoje é

21 de mar de 2009

PARA MIM É O AMOR


Numa simples folha seca
que desfolhe e vá ao chão
rumo ao abismo do outono...
Para o amor é borboleta.

Uma canção no caminho
entre a brisa e o arvoredo
alguma flauta em segredo...
Para mim é passarinho.

O simples brilho da lama
a luz de semens na cama
e um transluzente infinito...
Para o céu é uma estrela.

E esse dom de comovê-la
como à rosa um beija-flor
nem assim eu posso tê-la...
Para mim não é o amor.

É veneno e não me mata
só me faz servo e senhor
e é o perfume numa faca...
Para mim isso é o amor.

A. Estebanez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book