Seja bem-vindo. Hoje é

21 de mar de 2009

NOTURNO 2


Também quero a prostituta
encantada em trajes pretos
despertando meus sentidos
com a dor de seus gemidos
nos ouvidos de meus becos.

Quero a festa da penumbra
do estupro da adolescência
quero devolver-lhe a calma
com que me roubou a alma
sem levar toda a inocência.

Vou ser dela o bem-amado
pelas sem-razões do amor
com as culpas confessadas
pelo amor das mal-amadas
com os requintes do pudor.

Uma dama enquanto é dia
quando noite é depravada.
Porém tanto ela me adora
que noite pra ela é aurora
e amar é como a alvorada...

A. Estebanez
(Uma homenagem especial ao
Carlos Drummond de Andrade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book