Seja bem-vindo. Hoje é

14 de mar de 2009

DÉCIMA ROSA DE DELOS



Não te entristeças só porque pareço
estar de volta de um adeus no cais!
Olhos tão tristes são porque padeço
do preço eterno de te amar demais.

Teu ser é ilha onde meu ser avesso
renasce pássaro entre os espinhais.
Mas só de rosas no meu ser pereço
morrendo tanto quanto os imortais.

O mar! é esse caminho estacionado
no templo do arquipélago ancorado
nas veredas em paz dos vendavais.

E minha rosa é a última e primeira
que transcendeu a vida passageira
dos amores que não viveram mais!


Afonso Estebanez
(Out.24.2008)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book