Seja bem-vindo. Hoje é

14 de mar de 2009

O último dia de trabalho do pôr-do-sol no mar (ou do penoso ofício de sonhar)


Havia o mar na sombra do horizonte
havia o pôr-do-sol na água sombria
havia o porto e a encosta do mirante
e os corpos dos amantes na mortalha
da água fria...

Havia as naus no dorso dos destinos
e a brisa que saudava a volta ao cais
com os corais dos cantos peregrinos
das harpas e violinos dos noturnos
vendavais...

Havia como um repousar do mundo
nos profundos jardins das enseadas
havia vasta ausência no mais fundo
das almas insepultas que sonhavam
acordadas...

Havia o céu de estrelas rutilantes
e havia o mar de ninfas reluzentes
e a corrente de espumas flutuantes
das errantes escunas entre luzes
fluorescentes...

Havia como um êxtase em preparo
talvez a luz em seu estado impuro:
mais parte escura do seu lado claro
do que mais parte clara do seu lado
escuro...

Agora onde era o mar há o oceano
o poente sem sonhos naufragados...
Jaz agora no cais em ritmado sono
o pertencido amor dos navegantes
afogados...

Ainda há aves mortas no convés
e há naves ancoradas sem destino
o declínio de auroras dispersadas
pelas marés da saudade em pleno
desatino...

Ficou uma canção de marinheiro
e um canto rústico de pescadores
o pôr-do-sol no doloroso encanto
de renascer, sonhar, depois morrer
sem dores...

A. Estebanez

Poema vencedor do I Concurso de Literatura do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região – TRT-Rio), com premiação em obras literárias famosas oferecidas pela Academia Brasileira de Letras (ABL). Comissão julgadora: Pedro Garcia, poeta, educador, doutor em Antropologia, professor da Universidade Católica de Petrópolis, Maria de Lourdes Soares, professora-adjunta de Literatura Portuguesa e Literatura da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestra e doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), e Vera Lúcia de Souza Lima, professora-adjunta de Literatura Brasileira da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, mestra em Letras pela PUC-Rio, doutora em Letras pela UFRJ, professora da Secretaria de Cultura do Estado Rio de Janeiro e autora de ensaios publicados na área de literatura e leitura. Presidente do TRT-1ª Região: Desembargadora Doris Castro Neves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E-book